Tecnologia

Casal desenvolve aplicativo que simula efeito de drogas para conscientização de usuários

Seria possível simular os efeitos das drogas no corpo humano com um aplicativo? Sim é possível. Conheça a proposta de um casal australiano

Por Editor

Continue lendo após a publicidade

Os usuários de drogas ao redor do mundo, tem se tornando a cada dia um problema mais complexo de saúde pública. Com novos alucinógenos no mercado, é preciso pensar em novas formas de conscientizar e combater o uso.

Uma droga muito conhecida pelo seu poder devastador se chama “crystal meth”, também conhecida por ice. A metanfetamina ficou famosa por uma equação devastadora:  a droga é (6x) seis vezes mais barata do que a cocaína e até (10x) dez vezes mais forte nos efeitos.

Como seria possível conscientizar as pessoas sobre os eventos catastróficos dessa droga? Se você pensou em palestras, livros, revistas, diálogos e outros métodos tradicionais, saiba que um casal australiano foi além.

Juntos, desenvolveram um aplicativo chamado Ice Effex que simula os estragos das substâncias do crystal meth na aparência física dos usuários.

Continue lendo após a publicidade

Como surgiu a ideia para desenvolver um aplicativo que simula os efeitos das drogas no corpo dos usuários?

Ice-Effex2

O casal Haydn Cooke e Trinity Lonel, moram numa região onde também moram uma quantidade considerável de viciados na droga “Ice”, em Wangaratta. Por ter filhos e por se colocar no lugar das famílias com viciados, o casal resolveu investir dinheiro no desenvolvimento desse aplicativo.

“Se você vê os efeitos em outras pessoas facilmente se desassocia daquilo. Mas realmente se ver naquela situação… Espero que faça a diferença”, disse Cooke ao Daily Mail.

Como o aplicativo Ice funciona?

Ice-Effex6

Continue lendo após a publicidade

Tudo começa com uma simples selfie. A diferença é que o aplicativo adiciona efeitos na foto (como se fossem filtros) que revelam a pele do usuário após certos períodos utilizando a droga. Para esse aplicativo os desenvolvedores pensaram em: 3, 6 e 12 meses de uso do Ice.

Haydn Cooke, que é diretor do departamento de álcool e droga na Odyssey House, na Austrália, relevou estar muito animado com a iniciativa e espera que ela renda muitos frutos, isso porque acredita que aplicativos e tecnologia estão mais próximos à rotina dos jovens. Por enquanto, o Ice Effex só está disponível para iOS.

Confira outras imagens desse aplicativo:

Ice-Effex3_1

Ice-Effex4_1

Continue lendo após a publicidade

Ice-Effex5_1

Ice-Effex7
Ice Effex simula efeito de drogas no corpo humano a partir de uma selfie. Créditos todas as fotos: Divulgação

Fonte: Daily Mail

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

[…] Chegamos ao fim. Gostou de ler sobre dopamina? Então, você vai curtir ler sobre Casal desenvolve aplicativo que simula efeito de drogas para conscientização de usuários. […]