História

Descobrimento do Brasil – História, chegada ao Brasil e curiosidades

O descobrimento do Brasil aconteceu em 22 de abril de 1500, com a chegada dos portugueses, comandados por Pedro Álvares Cabral.

Continue lendo após a publicidade

O descobrimento do Brasil aconteceu no dia 22 de abril de 1500, marcando a história do país como a data em que os portugueses chegaram ao Brasil. Na ocasião, as embarcações aportaram no litoral sul da Bahia.

Todavia, a expedição tinha como objetivo ir até às Índias, para negociar tratados comerciais, dado o interesse de Portugal por especiarias, como a canela e a pimenta. Nesse sentido, 13 embarcações zarparam de Lisboa e fizeram parte da expedição de descobrimento do Brasil.

O termo descobrimento é questionado por estudiosos, e nos leva a pensar que a presença dos milhões de indígenas em nossa terra não fora levada em consideração. Isso se dá por conta do etnocentrismo europeu e português, responsável por não reconhecer os habitantes da nova terra.

Descobrimento do Brasil – Contexto histórico

Antes do descobrimento do Brasil, Portugal se firmava como potência pioneira na expansão marítima. Contudo, o pioneirismo de Portugal foi impulsionado por uma série de fatores de ordem política, econômica e geográfica. A estabilidade política do país se dava pela unificação do seu território, realizada há séculos atrás.

Continue lendo após a publicidade

Em 1249, Portugal expulsou os mouros, enquanto os espanhóis lutaram contra esse povo até 1492. Consolidada desde o final do século XIV, a dinastia de Avis proporcionou que Portugal experimentasse o avanço tecnológico e comercial.

O interesse dos portugueses em especiarias exóticas, como a pimenta-do-reino e a canela, aliado a melhorias na navegação marítima, fez com que explorassem os oceanos, buscando primeiramente, uma nova rota que os colocasse em comércio com as Índias.

Expansão marítima europeia possibilitou a exploração da América.

Nesse sentido, Portugal começou a explorar a costa da África e chegou à Madeira, aos Açores e Cabo Verde. Essa expansão marítima também se deu no momento em que os portugueses, que eram cristãos, procuraram cristianizar outros povos.

Assim, após a chegada dos espanhóis à América, em 1492, portugueses e espanhóis começaram a disputar as terras descobertas. Preocupados com a expansão espanhola, surgiram a Bula Inter Coetera (1493) e o Tratado de Tordesilhas (1494).

Continue lendo após a publicidade

Os tratados firmados dividiram as terras entre Portugal e Espanha. No Tratado de Tordesilhas, entretanto, a divisão feita estabeleceu que uma linha imaginária a 370 léguas a oeste de Cabo Verde. Assim, as terras a oeste seriam espanholas e, a leste, portuguesas.

Expedição de Pedro Álvares Cabral e chegada ao Brasil

O descobrimento do Brasil, então, se tornou possível após a assinatura do Tratado de Tordesilhas. O interesse de Portugal neste tratado reforça a ideia lançada por estudiosos de que os portugueses sabiam da existência de terras a oeste, mesmo que ainda não tivessem as explorado de fato.

Nesse sentido, a expedição de Pedro Álvares Cabral fora organizada para a exploração destas terras antes da ida às Índias para firmar tratados comerciais. Assim, em 9 de março de 1550, 13 embarcações (três caravelas e 10 naus) zarparam de Lisboa em busca de um novo empreendimento.

Descobrimento do Brasil – História, chegada ao Brasil e curiosidades
Notibras.

Todavia, a rota da expedição responsável pelo descobrimento do Brasil seguiu um caminho pouco comum. Entre os dias 29 e 30 de março, entretanto, os expedicionários entraram na zona de calmaria do Oceano Atlântico, ficando lá por 10 dias.

Continue lendo após a publicidade

Em 9 de abril daquele ano, conseguiram cruzar a Linha do Equador e em 21 de abril avistaram os primeiros sinais de terra. O dia seguinte foi contemplado com a presença de aves e, já no fim da tarde, avistaram o Monte Pascoal.

Contudo, o primeiro contato com os habitantes da nova terra aconteceu em 23 de abril. Na ocasião, um bote liderado por Nicolau Coelho foi responsável por fazer esse contato.

O descobrimento do Brasil ainda incluiu uma missa, rezada em 26 de abril, pelo frei Henrique de Coimbra, em Santa Cruz de Cabrália (BA). Após o descobrimento do Brasil, a expedição zarpou em 2 de maio de 1500 em direção às Índias.

Nesse sentido, depois da chegada ao Brasil, os portugueses levaram cerca de 30 anos para de fato iniciarem a colonização do novo território. Entre 1500 e 1530, a presença do novo povo era marcada pelas feitorias, instaladas no litoral brasileiro e que tinham como principal atividade a exploração do pau-brasil.

Continue lendo após a publicidade

Rota da expedição

Após sair de Lisboa no dia 9 de março de 1500, a expedição que levaria ao descobrimento do Brasil foi assim desenhada:

14 de março – Ilhas Canárias

22 de março – os portugueses passaram por Cabo Verde

23 de março – a nau de Vasco Ataíde desaparece

Continue lendo após a publicidade

29 e 30 de março – entraram na zona de calmaria equatorial

10 de abril – a expedição do descobrimento do Brasil passava a 210 milhas de Fernando de Noronha

18 de abril – navegaram próximos da Baía de Todos os Santos, na região de Salvador

21 de abril – avistaram sinais de terra firme

Continue lendo após a publicidade

22 de abril – os portugueses avistaram um monte ao fundo, ao qual deram o nome de Monte Pascoal

Descobrimento do Brasil – História, chegada ao Brasil e curiosidades
Representação em 3D de uma caravela portuguesa.

Descobrimento do Brasil: a carta de Pero Vaz de Caminha

O descobrimento do Brasil é o acontecimento marcado pela descoberta de novas terras no dia 22 de abril de 1500, pouco mais de um mês após a partida da expedição de Lisboa. A primeira porção de terra avistada no litoral baiano recebeu o nome de Monte Pascoal.

Contudo, os portugueses acabaram desembarcado em Porto Seguro e aqui permaneceram por volta de uma semana, tempo necessário para fazerem registros do novo lugar, reabastecerem as embarcações e seguirem para as Índias.

Descobrimento do Brasil – História, chegada ao Brasil e curiosidades
Carta de Pero Vaz de Caminha.

O primeiro documento que relata o descobrimento do Brasil foi uma carta escrita por Pero Vaz de Caminha, escrivão da expedição. O registro foi enviado ao rei no dia 1º de maio de 1500, quando uma embarcação retornou a Portugal.

Continue lendo após a publicidade

Em sua carta, Pero Vaz de Caminha relatou a chegada a um novo lugar, chamado por eles de ilha de Vera Cruz, posteriormente mudado para Terra de Santa Cruz. Pero Vaz relatou o encontro com os indígenas, chamando-os de pardos, com feições avermelhadas, de bons rostos e narizes, segundo a carta:

Pardos, nus, sem coisa alguma que lhes cobrisse suas vergonhas. Traziam arcos nas mãos, e suas setas. Vinham todos rijamente em direção ao batel. E Nicolau Coelho lhes fez sinal que pousassem os arcos. E eles os depuseram. Mas não pôde deles haver fala nem entendimento que aproveitasse, por o mar quebrar na costa.

Você sabia?

Documentos da época indicam que o navegador português, Duarte Pacheco Pereira possivelmente chegou ao nosso território em 1498. Além dele, Américo Vespúcio (1499) e os espanhóis Vicente Yañez Pinzón e Diego de Lepe também teriam navegado em nossa costa, antes de Cabral.

Todavia, a chegada de Cabral não teria sido uma coincidência apenas causada por problemas climáticos no oceano. Pedro Álvares Cabral teria sido instruído por Vasco da Gama a desviar na costa africana, ocasionando em sua passagem no Brasil.

Continue lendo após a publicidade

O capitão da expedição, Pedro Álvares Cabral, recebeu o pagamento de 10 mil cruzados, que equivalia a 35 quilos de ouro. A ele também foi permitido comprar e vender cerca de 30 toneladas de pimenta e 10 caixas de outra especiaria.

A primeira missa no Brasil foi rezada em 26 de abril.

A viagem que terminou com o descobrimento do Brasil levou mais de um mês e 1,5 mil pessoas foram acomodadas em 10 navios grandes e três caravelas. Uma das embarcações desapareceu durante a viagem, com 150 homens.

Antes de receber o nome Brasil, a terra recém-descoberta foi nomeada como Ilha de Vera Cruz, posteriormente Terra de Vera Cruz. Entretanto, os indígenas que aqui habitavam, chamavam o Brasil de Pindorama, tupi para terra das palmeiras.

O litoral baiano era ocupado pelas nações indígenas tupiniquim e tupinambá e mais de mil línguas eram faladas aqui, antes da chegada dos portugueses. Dessas, apenas 180 sobreviveram, sendo que 11 são faladas por mais de cinco mil pessoas.

Continue lendo após a publicidade

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Quantos anos tem o Brasil? Colonização, território e feriado nacional.

Fontes: Mundo Educação, Brasil Escola, Calendarr, História do Mundo, Toda Matéria

Imagens: YouTube, Quero Bolsa, Notibras, Superinteressante, Sabado, Tarde com Maria

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments