História

Dia do Hino Nacional – Origem, importância histórica e nacional

O Dia do Hino Nacional é celebrado na data em que a canção foi apresentada ao público pela primeira vez após a abdicação de D. Pedro I.

Continue lendo após a publicidade

Diversos países ao redor do mundo contam com uma composição musical patriótica, o hino nacional. Em suma, essa música costuma transmitir a essência de uma nação em sua melodia e letra. Logo, é comum que os hinos evoquem as histórias lutas e tradições de seu povo. No Brasil não é diferente, e existe até o Dia do Hino Nacional.

Um dos maiores símbolos da República Federativa do Brasil, o Hino Nacional abre diversas cerimônias cívicas e de caráter patriótico, além de grande destaque nos eventos esportivos nacionais e internacionais. Então, tendo 13 de abril de 1831 como data comemorativa, o Dia do Hino Nacional é uma lembrança da história desse símbolo.

Atualmente, é obrigatório que o Hino Nacional seja cantado pelo menos uma vez por semana em todas as escolas do país. No entanto, nem sempre houve um hino e até mesmo a letra cantada hoje demorou a ser composta e aprovada. Por isso, é importante conhecer as etapas que marcaram a primeira apresentação do hino, até os dias atuais.

Por que o Dia do Hino Nacional é celebrado em abril?

O Hino Nacional brasileiro foi apresentado pela primeira vez no Teatro Constitucional

Pois bem, na noite do dia 13 de abril de 1831, enquanto Dom Pedro I embarcava de volta para Portugal, parte da população celebrava a passagem do trono para Pedro de Alcântara, um governante nascido e criado no Brasil. Então, como forma de comemoração, a música que viria a se tornar o Hino Nacional foi tocada pela primeira vez.

Continue lendo após a publicidade

Dessa forma, o Teatro São Pedro de Alcântara, também conhecido como Teatro Constitucional, serviu como palco para a estreia do Hino Nacional. Antes disso, a música nacionalista que desempenhava o papel de hino havia sido composta pelo próprio D. Pedro I após a Independência do Brasil. Hoje essa música é o Hino da Independência.

A primeira versão da música

Dia do Hino Nacional - Origem, importância histórica e nacional
Partitura do Hino Nacional brasileiro

Assim como consta nos créditos da música, Francisco Manuel da Silva foi responsável por compor a melodia do Hino Nacional. O co-fundador da Imperial Academia de Música e do Instituto Nacional de Música desenvolveu esse projeto como forma de manifestar sua satisfação com a abdicação de D. Pedro I ao trono.

Da mesma forma que uma parcela significativa do povo, Francisco Manual enxergou essa transição como uma nova oportunidade para o Brasil. Sob a regência de um governante nascido no país, o governo seria feito por e para brasileiros. No Período Regencial, a música de Francisco Manuel ganhou sua primeira letra.

Desenvolvida por Ovídio Saraiva, a primeira letra do Hino Nacional brasileiro na história refletia o sentimento do povo da época. Logo, é notável o nacionalismo e a oposição ao lusitanismo.

Continue lendo após a publicidade

Uma prudente regência
Um monarca brasileiro
Nos prometiam venturosos
O porvir mais lisonjeiro.

E vós donzelas brasileiras
Chegando de mães ao estado
Dai ao Brasil tão bons filhos
Como vossas mães tem dado.

No entanto, a parceria entre a música de Silva e a letra de Saraiva não foi sólida e duradoura. Só para ilustrar, a letra não agradou a massa e, no auge do Segundo Reinado, o Hino Nacional era executado sem o acompanhamento da letra.

A oficialização do Hino Nacional brasileiro

Atualmente o Hino Nacional é cantado em todas as escolas do país, assim como previsto em lei

Um pouco mais adiante na história do Hino Nacional, em novembro de 1889 houve a Proclamação da República. Diante do cenário progressista, os republicanos entusiasmados almejavam um novo hino para um novo regime político. Então, foi realizado um concurso para tal.

Continue lendo após a publicidade

Contudo, a nova música selecionada não agradou no primeiro presidente do Brasil, Deodoro da Fonseca. Logo, o mesmo optou pela permanência do hino de Francisco Manuel da Silva. Assim permaneceu o hino, sem letra. Porém, em 1906, Alberto Nepomuceno propôs uma reformado Hino Nacional Brasileiro e a mesma foi aprovada.

Durante o governo do presidente Afonso Pena, alguns elementos da parte instrumental do Hino Nacional foram alterados. Além disso, uma nova letra foi acrescentada. Dessa vez composta por Osório Duque-Estrada, um professor e poeta, a nova letra seguia o modelo do parnasianismo na escrita.

Sendo assim, é notável no hino brasileiro uma métrica de versos poéticos decassilábicos com marcação na sexta e na décima tônicas. Por fim, com uma melodia atualizada e uma nova letra, em  1º de setembro de 1971, através da Lei 5.700, esse hino se tornou um dos quatro símbolos nacionais.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Dia da Consciência Negra – Origem, importância histórica e social.

Continue lendo após a publicidade

Fontes: Brasil Escola, Calendarr, Mundo Educação, UOL Educação.

Imagens: Brasil Escola, Diário do Rio, Estados e Capitais do Brasil, Sulinfoco.

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments