Edgar Allan Poe, quem foi? Biografia, obras e curiosidades

Edgar Allan Poe é considerado o mestre do mistério e se consolidou como um dos maiores nomes da literatura gótica e da ficção policial.

Considerado um mestre dos contos de terror e mistério, Edgar Allan Poe é um famoso escritor nascido no século XIX. Embora seja mundialmente conhecido pelo poema “O Corvo”, o autor conta com inúmeras obras significativas. Ademais, desde muito jovem, Poe se familiarizou com a literatura, o que lhe rendeu muitos frutos.

Apesar da vida conturbada, do comportamento descrito como inquieto e do vício em bebidas alcoólicas, Poe nunca deixou de expressar em seu trabalho aquilo que o mundo não parecia compreender. Como resultado disso, o autor acabou inaugurando um novo gênero e estilo literário: a ficção policial.

Também reconhecido como um dos maiores nomes da literatura gótica, Edgar Allan Poe atuou como poeta, crítico literário e editor de revista. Assim, após sua morte – tão enigmática quanto seus contos – Poe se tornou uma figura admirada e foi homenageado de diversas formas.

Biografia de Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe com sua mãe adotiva

Edgar Poe nasceu no dia 19 de janeiro de 1809, em Boston, nos Estados Unidos. Fruto da relação de David Poe e Elizabeth Arnold, dois atores de teatro, o pequeno Poe lidou com a perda desde cedo. Quando tinha apenas três anos de idade, Poe perdeu sua mãe para a tuberculose e, logo em seguida, foi abandonado pelo pai.

No entanto, uma família influente da Virgínia decidiu acolher Poe. Dessa forma, mesmo que nunca o tenham adotado formalmente, o casal John e Frances Allan, proporcionou a Poe a melhor educação da época. Após esse episódio, Edgar Poe recebeu o sobrenome de sua família adotiva, tornando-se Edgar Allan Poe.

Apesar de rígida, a família Allan investiu bastante nos estudos de Poe, chegando a mandá-lo para a Europa para tal. Todavia, aquele que viria a se tornar o grande mestre do mistério não se conectou com a carreira acadêmica. No fim das contas, Poe terminou sem herança ou relações afetivas com seus pais adotivos.

Estudos e carreira literária

Edgar Allan Poe, quem foi? Biografia, obras e curiosidades
Ao longo de sua carreira, Edgar Allan Poe atuou como escritor, poeta, crítico literário e editor de revistas

Desde muito jovem, Edgar Allan Poe demonstrou afinidade com a literatura. Então, aos 11 anos, após estudar em países como Escócia e Inglaterra, Poe retornou para Virgínia, nos Estados Unidos. Dois anos mais tarde, ele já havia escrito seus primeiros poemas e, em 1826, ingressou na Universidade de Virgínia.

Nesse período, Poe se envolveu com mulheres, jogos e álcool, o que acabou resultando em conflitos com seu pai adotivo. Mesmo diante desse cenário instável, Poe se destacou no estudo de línguas românticas, antigas e modernas. Apesar disso, o mesmo abandonou a universidade e iniciou sua carreira como escritor.

A primeira publicação de Poe foi uma coleção anônima de poemas intitulada “Tamerlão e Outros Poemas”. Em 1831, o escritor publicou o livro “Poemas” e, dois anos depois, escreveu “Manuscrito Encontrado Numa Garrafa”, pelo qual recebeu um prêmio do Saturday Visitor.

Nos anos seguintes, Edgar Allan Poe venceu mais concursos de contos e poesia. Em 1835, tornou-se editor literário da revista Southern Literary Messenger. Ali ele publicava seus trabalhos como contos, poemas e críticas literárias.

Casamento e morte

Edgar Allan Poe, quem foi? Biografia, obras e curiosidades
Quando tinha 27 anos, Poe casou-se com sua prima Virgínia Clemm, que tinha apenas 13 anos na época

Paralelamente à escrita, que nunca deixou de ser protagonista na vida de Edgar Allan Poe, houveram alguns acontecimentos significativos. Em 1829, o autor ingressou na Academia Militar de West Point. Contudo, após apenas oito meses, o mesmo foi expulso por indisciplina. Assim ele acabou perdendo a mesada de seu tutor.

Sem tutela, Poe passou a sobreviver de sua escrita e foi morar com sua tia viúva. Ali ele conheceu Virgínia Clemm, sua prima com quem se casou aos 27 anos, enquanto ela tinha apenas 13 anos. Pouco tempo depois, Poe perdeu o emprego e voltou a passar dificuldades financeiras que foram superadas com premiações de concursos de poesia.

No entanto, a dependência alcoólica de Edgar Allan Poe se tornava cada vez mais gritante. Enquanto trabalhava em periódicos e publicava suas obras em Nova Iorque, Poe acabou perdendo sua esposa para a tuberculose, mesma doença que o deixou órfão. Esse evento agravou ainda mais seu vício em álcool.

Em 1849, Poe viajou para Baltimore, onde costumava ser visto bêbado e delirante pelas ruas. Certo dia, o estado preocupante do escritor fez com que o levassem para um hospital onde ele passou seus últimos dias. Assim, no dia 7 de outubro do mesmo ano, Edgar Allan Poe faleceu em decorrência de sequelas do alcoolismo.

Curiosidades sobre Edgar Allan Poe

Hoje em dia o escritor conta até mesmo com seu próprio museu

Como resultado da influência de Edgar Allan Poe na literatura, hoje é possível encontrar diversas instituições que o homenageiam. Só para ilustrar, em Richmond, na Virgínia, há um museu dedicado à sua vida e obra. O mesmo foi idealizado por um grupo de pesquisadores que emergiram nos detalhes de sua biografia.

Além de ter seu próprio museu, Poe também teve seu nome dado a uma escola infantil. A Edgar Allan Poe Elementary School está localizada em Houston, no Texas. No educandário são atendidas crianças entre 4 e 11 anos de idade.

Apesar da morte do escritor ser associada ao seu vício em álcool, a mesma permanece cheia de mistérios. Antes de morrer, Poe foi visto vagando nas ruas trajando roupas de outras pessoas. Em seguida, após ser levado para o hospital, ele agonizou por cerca de 4 dias até finalmente perecer.

Por fim, o obituário de Edgar Allan Poe publicado no New York Daily Tribune garantia que “poucos iriam lamentar a perda do autor”. Curiosamente, essa imparcialidade se deve ao fato do escritor que assina o obituário ser Rufus Griswold, antigo rival de Poe que, contraditoriamente, escreveu a primeira biografia do autor.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Clarice Lispector, quem foi? Biografia, influência e principais obras.

Fontes: InfoEscola, eBiografia.com, DarkSide.

Imagens: DarkBlog, Era Una Vez, Revista Galileu, Pinterest, DarkBlog, Creative 360.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.