Física & Química

Haletos Orgânicos, o que são? Representação, classificação e compostos

A princípio, na química orgânica, os compostos que apresentam átomos de halogênios se classificam como haletos orgânicos.

Continue lendo após a publicidade

Na química orgânica, os compostos que apresentam átomos de halogênios se classificam como haletos orgânicos. Dessa forma, é importante lembrar que halogênio são átomos pertencentes ao grupo 7 A da tabela periódica.

Os elementos classificados como halogênios são: Cloro (Dl), Bromo (Br), Flúor (F), e o Iodo (I). Basicamente, os haletos orgânicos são derivados dos hidrocarbonetos, carbonetos de hidrogênio.

Para formar os haletos orgânicos ocorre a substituição do mesmo número de hidrogênio pelo mesmo número de halogênio. Assim, na saída de um, dois ou mais hidrogênios da cadeia, há a entrada de um dois ou mais halogênio em outra formação química.

Representação dos haletos orgânicos

Primeiramente, a representação do haleto é dada pela letra X, então seu grupo funcional pode ser dado por: R-X. Sendo que X = F, cl, Br e i.

Continue lendo após a publicidade
Pexels

O astato (At), apesar de ser membro da família dos halogênios, não aparece na indicação acima, por ser um elemento radiativo.

Assim, é um elemento de difícil aproveitamento por ter isótopos instáveis, o mais estável tem meia-vida de pouco mais de 8 horas.

Classificação dos haletos Orgânicos

Os haletos orgânicos se classificam em quatro formas diferentes:

  • Quanto ao número de halogênios ligados à cadeia carbônica: podem ser mono-haletos, di-haletos, tri-haletos etc.
  • Referente ao tipo de halogênio: fluoretos, cloretos, brometos, iodetos ou mistos (se houver mais de um tipo)
  • Referente ao tipo de carbono da ligação: primário, secundário ou terciário.

Classificação de acordo com a reatividade

Em relação à reatividade dos haletos orgânicos, eles podem ser classificados em dois tipos: haletos de alquila e haleto de acila.

Continue lendo após a publicidade

Neste sentido, denomina-se haleto de alquila quando existe a ligação de um halogênio a uma cadeia aberta de um carbono saturado, e cuja cadeia carbônica pode ser cíclica ou acíclica.

Haletos Orgânicos, o que são? Representação, classificação e compostos
PNG EGG

Este tipo de haleto costuma ser representado por R-X, sendo que X é o halogênio e R o radical alquila. Por outro lado, denomina-se, haletos de arila quando existe uma ligação de um halogênio a um anel benzênico. Portanto, costuma ser representado por: Ar – X.

Esta última classificação é considerada mais importante porque ocasiona uma grande diferença de reatividade. Veja alguns exemplos:

  • .CH3─ CH2 ─ CH2 ─ I: mono-iodeto primário e haleto de alquila
  • CH3─ CH ─ CH2 ─ CH2 ─ CH3: Mono-brometo, secundário e haleto de alquila

    Br

Haletos Orgânicos a base de cloro

Basicamente, os haletos orgânicos organoclorados foram alvos de muitas polêmicas, por causarem danos à saúde  e ao meio-ambiente. Assim, alguns haletos orgânicos que antes eram utilizados foram abandonados.

Continue lendo após a publicidade

Por outro lado, outros ainda são usados como gás lacrimogêneo e alguns pesticidas. Veja alguns exemplos do uso do clorofórmio:

  • Clorofórmio ( HCCl3 – triclorometano): usado antigamente como anestésico. Porém, mais tarde foi descoberto que a substância causava parada respiratória e danos irreparáveis ao fígado.
  • Clorofórmio – usado como lança perfume: pode levar a pessoa a dependência e causar danos como: irritação da pele, olhos e trato respiratório. Além disso, causa queimaduras na boca e garganta, dor no peito, vômitos e pode levar ao câncer.

CFC – Clorofluorcarbonetos

Outros haletos orgânicos são o CFC e o DDT, que também causam muitos danos à saúde e ao meio ambiente. Basicamente, o CFC (clorofluorcarbonetos, também conhecidos como Freons), são formados por moléculas do tipo metano ( CH4) e etano ( H3C).

Portanto, seus átomos de hidrogênio são substituídos pelos de cloro e flúor. Os CFC eram usados em compressores para refrigeração doméstica, para expansão de polímero e em produtos do tipo spray.

Porém, hoje eles vêm sendo substituídos por outros compostos, isto ocorre porque os CFCs, lançados na atmosfera, são um dos responsáveis pela destruição da camada de ozônio.

Continue lendo após a publicidade

DDT – (dicloro – difenil-tricloroetano)

Primeiramente, esse composto passou a ser proibido em muitos países por causa de seu potencial de toxidade, principalmente em relação à cadeia alimentar.

Haletos Orgânicos, o que são? Representação, classificação e compostos
V. Vale

Porém, antigamente, era muito utilizado como inseticida para controlar a proliferação de insetos transmissores de tifo, malária e febre amarela.

Contudo, a sua toxicidade pode afetar também o meio ambiente. Assim,  podemos exemplificar algumas consequências:

  • Causa morte de pássaros e torna mais fina a casca de seus ovos, o que pode levar à extinção de espécies.
  • Não pode ser eliminado do meio ambiente. 
  • Causa câncer em seres humanos por efeito acumulativo. 

TCDD ( 2,3,7,8 – tetraclorodibenzo-p-dioxina)

Esta substância relacionada aos haletos orgânicos, é a mais tóxica do grupo de compostos organoclorados. No entanto, ela é liberada principalmente na queima de compostos clorados, como na incineração do PVC.

Continue lendo após a publicidade
Haletos Orgânicos, o que são? Representação, classificação e compostos
Dakila

Contudo, também é liberada a utilização do cloro como alvejante na indústria de papel. O TCDD pode ser chamado também de dioxina, a qual está presente em embalagens de isopor e de plástico, como as garrafas de água industrializada.

Portanto, quando se consome produtos embalados por esses materiais corremos alguns riscos de saúde. Que podem ocasionar:

  • Retardamento do nível de aprendizagem;
  • Falta de memória;
  • Além disso, prejuízo do sistema imunológico e fatores cancerígenos.

Basicamente, a dioxina também pode aparecer em alguns alimentos de origem animal (como o ovo), pois se acumula ao longo da cadeia alimentar.

Neste sentido, as dioxinas são consideradas poluentes orgânicos persistentes (POPs), pois se acumulam na cadeia alimentar e no corpo humano.

Continue lendo após a publicidade

Então, gostou da matéria? Se gostou, leia também, Alcanos, o que são? Definição, principais características e exemplos.

Fontes: Toda Matéria, Mundo Educação, Manual da Química, Brasil Escola

 Imagens: Pexels, PNG EGG, V Vale, Dakila

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments