Outros assuntos

História de Jesus: a vida, a morte e a ressurreição de Cristo

A história de Jesus é relatada nos escritos bíblicos e seu nome é lembrado nas Igrejas, livros e filmes como o mensageiro enviado por Deus.

Continue lendo após a publicidade

Jesus Cristo é considerado, para os cristãos, como o filho de Deus. Também chamado de Cristo ou Jesus de Nazaré, foi profeta e líder religioso dos judeus, sendo o principal nome do Cristianismo. Além disso, sua presença relaciona-se à figura do mensageiro de Deus. Mas você sabe a história de Jesus? Se não, vamos explicar nessa matéria!

A história de Cristo guarda muitos acontecimentos. A começar do nascimento, a vida de Jesus não foi comum. Sua mãe, Maria, era virgem e não conhecia nenhuma homem quando ficou grávida. Assim, José, decidiu fugir para escapar dos fariseus e evitar que fossem condenados.

Entretanto, tudo ficou explicado quando o casal recebeu uma mensagem dos céus, do anjo Gabriel, mostrando qual era o significado daquela criança que estava por vir. Era Cristo, vindo para ser o mensageiro de Deus.

História de Jesus

A história de Jesus Cristo é relatada nos escritos bíblicos. Nascido em um lugar simples e humilde, num estábulo em Belém, localizado nas redondezas da província romana da Judeia. Nasceu por volta de 6 a.C., filho dos judeus Maria e José.

Continue lendo após a publicidade

História de Jesus: a vida, a morte e a ressurreição de Cristo

Após o nascimento, Cristo foi visitado por três reis magos Baltazar, Gaspar e Melchíor. Assim, chegaram ao local guiados pela Estrela de Belém e queriam entregar ao nascido presentes como incenso, ouro e mirra.

Maria, mãe de Cristo, era virgem quando ficou grávida. Assim, Jesus foi gerado pelo Espírito Santo e sua chegada foi anunciada pelo Anjo Gabriel. Logo, o anjo passou a mensagem de que Maria foi escolhida para gerar o mensageiro de Deus, que seria enviado para salvar a humanidade.

A infância e juventude de Cristo foram em Nazaré, na Galileia, onde passou os dias com seus pais. Enfrentou, desde a infância, perseguições. Isso porque, quando Herodes, O Grande, soube do nascimento do “filho de Deus” a ordem foi para que matassem todas as crianças de até 2 anos.

Continue lendo após a publicidade
Representação do nascimento de Jesus. Fonte: Portal da cidade

Em seguida, já na fase adulta, Cristo recebeu batismo por João Batista no Rio Jordão. Depois disso, seguiu peregrinando pelos caminhos de Belém, ensinando e passando mensagens do bem aos povos.

Durante as peregrinações, Cristo realizava milagres e conquistava cada vez mais seguidores. Isso porque, era adepto da caridade e da bondade. Dentre um dos milagres que realizou, se destaca a multiplicação de pães e peixes realizado para acabar com a fome dos povos.

Crucificação

Jesus possuía discípulos, chamados de Apóstolos, que eram responsáveis por pregar o evangelho. Eram eles: Pedro, João, Tiago (filho de Zebedeu), Tiago (Filho de Alfeu), André, Mateus, Bartolomeu, Simão Zelote, Felipe, Tomé, Judas Tadeu e Judas Iscariotes.

Judas, entretanto, ficou conhecido por trair Jesus. Isso porque, ele anunciou para as autoridades romanas o lugar exato onde Jesus estava. Em troca, Judas recebeu uma recompensa de 30 moedas de prata. A traição resultou na crucificação de Jesus.

Continue lendo após a publicidade
História de Jesus: a vida, a morte e a ressurreição de Cristo
Crucificação de Jesus Cristo. Fonte: DCG

Assim, após a traição, os soldados romanos prenderam Jesus em Jerusalém, no Monte das Olivas. Em seguida, Jesus foi obrigado a carregar um cruz por um longo caminho até o local escolhido para a crucificação. Dessa maneira, foi posto na cruz e morto, aos 33 anos de idade. Por fim, Jesus foi colocado em um túmulo todo fechado e uma pedra foi posta bloqueando o local.

Ressurreição

Após sua morte,  os Apóstolos afirmam terem visto Jesus e avisam à Maria, sua mãe. Em seguida, após alguns dias, Maria vai até o túmulo onde o filho havia sido enterrado e, para sua surpresa, encontra o local aberto. A grande pedra estava fora do lugar e o túmulo se encontrava vazio.

"<yoastmark

Assim, para o Cristianismo, aquela era a prova da ressurreição de Jesus. Nesse sentido, a “Páscoa” é uma das celebrações mais importante para a religião cristã, já que representa a morte e ressurreição de Jesus.

Continue lendo após a publicidade

Por fim, comemora-se o período entre os dias 22 de março e 25 de abril. Além disso, antes mesmo da comemoração, ocorre o período da quaresma, sendo a semana que antecede a Páscoa denominada de “Semana Santa“. Assim, a história de Jesus é contatada na Bíblia e relembrada pelos fieis cristãos.

O Jesus histórico

A história de Jesus está relatada na Bíblia. É o lugar onde a vida, juventude e até os últimos dias são descritos para que os fieis conheçam quem foi Cristo, as mensagens que passou, os milagres que realizou. Porém, na ciência, existe um estudo pautado na descoberta de quem foi Jesus, um homem, de carne e osso, que viveu há 2 mil anos.

Alguns afirmam que a história de Jesus relatada na Bíblia não passa de invenção. Ou seja, são relatos escritos pelos aristocratas romanos como forma de acalmar os ânimos dos judeus que se rebelavam constantemente contra o Império Romano. Assim, criaram um sistema em que os judeus acreditassem, acabando assim com as rebeliões.

História de Jesus: a vida, a morte e a ressurreição de Cristo

Continue lendo após a publicidade

Assim, alguns historiadores pesquisam o Jesus histórico, um homem que viveu na Galileia há 2.000 anos, não sendo o mesmo ligado à religião. Dessa forma, os pesquisadores estudam o homem Jesus por meio de evidências e relatos de historiadores da época em que Jesus viveu.

História de Jesus na dramaturgia

Por fim, a história de Jesus, seus feitos, as dificuldades e as mensagens que passava são constantemente relembradas em filmes, livros, citações etc. Aliás, é comum citarem o nome de Jesus em livros de autoajuda, nos folhetos das Igrejas e nas mensagens de fé. No cinema, por exemplo, várias obras retratam a vida de Jesus Cristo. São exemplos os filmes:

  • “O Filho de Deus” (2014): dirigido por Christopher Spencer.
  • “A Paixão de Cristo” (2004): dirigido por Mel Gibson.
  • “O Messias” (1976): dirigido por Roberto Rossellini.
  • “Jesus de Nazaré” (1977): dirigido por Franco Zefirelli.
  • “A maior história de todos os tempos” (1965): dirigido por George Stevens.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também o que é Maniqueísmo e como se caracteriza a Filosofia Medieval. 

Fontes: Projeto Gosto, Toda Matéria, Ebiografia, Aventuras na HistóriaVeja Abril  e Super Interessante

Continue lendo após a publicidade

Bibliografia:

  • CAVALCANTE, Rodrigo; MORAIS, Jomar. Quem foi Jesus? 2016. Disponível em: https://super.abril.com.br/historia/quem-foi-jesus/. Acesso em: 18 abr. 2020.
  • ROSA, Guilherme. O que a história tem a dizer sobre Jesus. 2016. Disponível em: https://veja.abril.com.br/ciencia/o-que-a-historia-tem-a-dizer-sobre-jesus/. Acesso em: 18 abr. 2020.
  • FRAZÃO, Dilva. Jesus Cristo. 2019. Disponível em: https://www.ebiografia.com/jesus_cristo/. Acesso em: 18 abr. 2020.

Fonte imagem destaque: Frases Religiosas

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments