História da Rainha Elizabeth II: relembre a trajetória de 70 anos de reinado

A Rainha Elizabeth II é uma das mulheres mais importantes da Grã-Bretanha, tendo se tornado rainha ainda jovem, aos 25 anos de idade.

A Rainha Elizabeth II, a mais longeva monarca britânica da história, morreu no dia 08 de setembro de 2022, aos 96 anos de idade. Sendo que, em 2022, a Rainha tinha completado 70 anos de reinado.

A morte da Rainha Elizabeth II ainda não teve uma causa apontada pela equipe médica responsável pela saúde da monarca e pela família real britânica. 

Com a morte da Rainha, o príncipe Charles, de 73 anos, assume o trono do Reino Unido e de outros 14 países que têm o monarca britânico como chefe de Estado como, por exemplo, o Canadá e a Austrália.

Dados e datas importantes da trajetória da Rainha Elizabeth II

Elizabeth Alexandra Mary Windsor, mais conhecida como Rainha Elizabeth II, nasceu em 21 de abril de 1926, em Londres, na Inglaterra.

Seu pai foi o rei George VI. Já a sua mãe, conhecida como “rainha-mãe”, também se chamava Elizabeth.

Sendo que o nome Elizabeth Alexandra Mary veio da sua mãe Elizabeth, da sua bisavó paterna, a rainha Alexandra e da sua avó paterna, a rainha Mary.

Em 1947, a Rainha Elizabeth casou-se com o príncipe Philip.

O casal teve alguns filhos: Charles, príncipe de Gales (14 de novembro de 1948), Anne, princesa real (15 de agosto de 1950), Andrew, duque de York (19 de fevereiro de 1960) e Edward, conde de Wessex (10 de março de 1964).

Dos filhos, vieram vários netos:

  • Do príncipe Charles e da princesa Diana: príncipe William e príncipe Harry;

  • Da princesa Anne e Mark Phillips: Peter Phillips e Zara Phillips;

  • Do príncipe Andrew e Sarah Ferguson: princesa Beatrice e princesa Eugenie;

  • Do príncipe Edward e Sophie Rhys-Jones: lady Louise Windsor e James Windsor, visconde de Savern.

Já os seus bisnetos são:

  • De Zara Phillips Tindall: Mia Grace, Lena Elizabeth e Lucas Philip;

  • Do príncipe William e Kate Middleton: George Alexander Louis, Charlotte Elizabeth Diana e Louis Arthur Charles;

  • De Peter Phillips: Savannah e Isla;

  • Do príncipe Harry e Meghan Markle: Archie Harrison e Lilibet ‘Lili’ Diana Mountbatten-Windsor;

  • Da princesa Eugenie: August Philip Hawke Brooksbank;

  • Da princesa Beatrice: Sienna Elizabeth Mapelli Mozzi.

Sucessão

Uma curiosidade é que, ao nascer, Elizabeth não era a herdeira natural do trono britânico. Isso porque o monarca era seu tio, Edward VII.

Contudo, Edward VII abdicou do trono, dando lugar ao irmão, pai da atual rainha. Desse modo, como primogênita de Elizabeth e George VII, ela passou a ser a herdeira natural.

Outra curiosidade é que o título oficial da Rainha é: Elizabeth II, pela Graça de Deus, do Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte e Rainha de seus outros Reinos e Territórios, Chefe da Commonwealth e Defensora da Fé.

Isso porque os monarcas do Reino Unido também são chefes da Igreja Anglicana e das forças armadas britânicas.

Em 2022, a Rainha Elizabeth completou 70 anos de reinado, o que significa que ela foi a monarca mais longeva da história da monarquia britânica!

À título de curiosidade, antigamente o recorde era da sua tataravó, a rainha Vitória, que ficou 63 anos e 216 dias com a coroa.

Enfim, a linha de sucessão atual ao trono britânico começa por Charles, o primogênito da rainha:

  1. Príncipe de Gales: príncipe Charles (1948)

  2. Duque de Cambridge: príncipe William, primogênito de Charles (1982)

  3. Príncipe George de Cambridge (2013)

  4. Princesa Charlotte de Cambridge (2015)

  5. Príncipe Harry de Gales, filho mais novo de Charles (1984)

  6. Duque de York: príncipe Andrew, segundo filho da rainha Elizabeth (1960)

  7. Princesa Beatrice de York, filha mais velha de Andrew (1988)

  8. Princesa Eugenie de York, filha mais nova de Andrew (1990)

  9. Conde de Wessex: príncipe Edward, filho mais novo da rainha Elizabeth (1964)

  10. Visconde de Severn: James Windsor, filho de Edward

Trajetória da Rainha Elizabeth II

Em síntese, os principais momentos da história da Rainha Elizabeth II foram:

11 de dezembro de 1936

Nessa data, a Rainha Elizabeth se tornou a herdeira presuntiva. Isso porque, o seu pai se tornou o rei George VI, depois que o seu irmão abdicou ao trono.

12 de maio de 1937

A Rainha Elizabeth foi para a coroação de seus pais, o rei George VI e a rainha Elizabeth. Uma curiosidade é que Elizabeth foi a primeira mulher herdeira presuntiva que viu os pais serem coroados.

1939

Em 1939 teve início a Segunda Guerra Mundial. Dessa forma, Elizabeth se mudou, junto com a sua irmã, para o Castelo Real de Windsor.

Inclusive, acredita-se que foi nessa época que Elizabeth conheceu o príncipe Philip da Grécia.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 1942

Em 1942, o rei George VI nomeou Elizabeth coronel honorário do 500º Regimento de Guardas de Granadeiros, do Exército Real.

21 de abril de 1942

Nesta data, Elizabeth fez sua estreia pública oficial com uma revista do 500º Regimento de Guardas de Granadeiros no Palácio de Windsor

1944

Em resumo, em 1944 Elizabeth foi nomeada membro do Conselho Privado e do Conselho de Estado. Dessa forma, ela poderia assumir as funções do rei durante sua ausência do país.

10 de julho de 1947

O rei George VI e a rainha Elizabeth anunciam o noivado de Elizabeth com o príncipe Philip da Grécia, um tenente da Marinha britânica.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 20 de novembro de 1947

Essa foi a data em que a princesa Elizabeth se casou com Philip. Posteriormente, após receber a cidadania britânica e renunciar ao título grego, Philip se tornou Sua Alteza Real o príncipe Philip, duque de Edimburgo.

Com isso, Elizabeth adquire o título de Duquesa de Edimburgo.

6 de fevereiro de 1952

No dia 6 de fevereiro de 1952, o Rei George VI morreu de câncer de pulmão. Dessa forma, Elizabeth ascendeu ao trono.

11 de abril de 1952

Nessa data, a rainha decreta que ela e seus descendentes continuarão a usar o sobrenome Windsor. Em síntese, este sobrenome foi adotado pela 1º vez pela família real britânica durante a Primeira Guerra Mundial.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 2 de junho de 1953

Essa é uma data bem importante: foi o dia da coroação da Rainha Elizabeth II. Sendo que, ela foi coroada na Abadia de Westminster, em Londres.

16 – 22 de outubro de 1957

Neste período, a Rainha Elizabeth II e o príncipe Philip fizeram a sua 1º visita de Estado aos EUA. Além disso, ela fez o seu 1º discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas.

14 de maio de 1965

Para construir um memorial ao presidente dos EUA, John F. Kennedy, a Rainha dedicou um hectare de terra de Runnymede.

13 de junho de 1981

Durante um desfile em Londres, a Rainha foi alvo de tiros. Em resumo, um adolescente chamado Marcus Simon Sarjeant, disparou seis vezes contra a rainha. Dessa forma, ele foi preso e acusado de traição.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 9 de julho de 1982

Nessa data, um homem conseguiu penetrar na segurança do Palácio de Buckingham e chegou até o quarto da rainha, onde ela estava.

16 de maio de 1991

A rainha se dirigiu a uma sessão conjunta do Congresso dos Estados Unidos. Sendo que ela foi a primeira monarca britânica a fazer isso.

24 de novembro de 1992

A Rainha declarou 1992 como “Annus Horribilis”, durante uma refeição em comemoração aos seus 40 anos no trono.

1992 foi um ano bem agitado: o duque e a duquesa de York se separaram. Além disso, a princesa Anne e Mark Phillips se divorciaram.

Ocorreu ainda o aumento do distanciamento entre o príncipe e a princesa de Gales. Por fim, houve ainda um incêndio no Castelo de Windsor.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 26 de novembro de 1992

Nessa data, o primeiro-ministro John Major anunciou que a Rainha deverá pagar impostos sobre a sua renda pessoal. Para você ter uma ideia, a fortuna da Rainha é estimada em US$ 11,7 bilhões.

Abril de 1993

Finalmente entrou em vigor a disposição de que a rainha e o príncipe Charles paguem impostos. No entanto, houve um esclarecimento de que eles poderiam ser “excluídos” desse acordo a qualquer momento, a partir de abril de 1994.

Agosto de 1993

Agosto de 1993 também foi bem marcante: foi nesse mês que o Palácio de Buckingham foi aberto ao público pela 1º vez.

Em resumo, o dinheiro arrecadado com os passeios ajudou a pagar a restauração do Castelo de Windsor.

Dezembro de 1995

Depois de uma grande cobertura da mídia em relação ao afastamento e os casos extraconjugais do príncipe e da princesa de Gales, a Rainha pediu para que eles se divorciassem.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 1997

No ano de 1997, a Rainha se dirigiu à nação ao vivo e pela televisão para expressar sua dor pela morte da princesa Diana.

1998

Em 1998, a Rainha apoiou um plano para acabar com a discriminação de gênero na linha de sucessão ao trono.

2002

Em 2002 ocorreu o Jubileu de Ouro da Rainha no trono. Ou seja, ela comemorou 50 anos com a coroa.

Dezembro de 2006

Dezembro de 2006 foi marcado como a 1º vez que a Rainha fez sua transmissão anual ao vivo de Natal.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 3 – 8 de maio de 2007

Nesse período, a Rainha e o príncipe Philip visitaram os EUA. Foi uma comemoração aos 400 anos da chegada da primeira companhia britânica ao país, em Jamestown, em 1607.

Posteriormente, no dia 5 de maio eles assistiram ao Kentucky Derby e no dia 7 houve um jantar de Estado na Casa Branca.

2 de abril de 2009

No dia 2 de abril de 2009, a Rainha se reuniu com a então primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, no Palácio de Buckingham.

6 de julho de 2010

Pela segunda vez, a Rainha se dirigiu à Assembleia Geral das Nações Unidas.

21 de abril de 2011

Em seu aniversário de 85 anos, foi emitido um consentimento oficial da Rainha, chamado de Instrumento de Consentimento. Em resumo, o consentimento foi para o casamento do príncipe William e Kate Middleton.

Isso porque, de acordo com a Lei de Casamentos Reais de 1772, o monarca deve consentir com a maioria das uniões conjugais reais.

Rainha Elizabeth

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 17 de maio de 2011

Em maio de 2011, a Rainha Elizabeth II fez a sua 1º visita de Estado à República da Irlanda como monarca britânico.

6 de fevereiro a 5 de junho de 2012

A Rainha completou 60 anos no trono. Dessa forma, em todo o Reino Unido e na Commonwealth, várias celebrações foram feitas para comemorar.

Por exemplo, as festividades incluíram uma frota de 1.000 barcos navegando no rio Tâmisa e um concerto no Palácio de Buckingham.

20 de novembro de 2012

No dia 20 de novembro de 2012, a Rainha e o príncipe Philip comemoraram 65 anos de casamento.

18 de dezembro de 2012

Nessa data, a Rainha participou de uma reunião de gabinete em Downing Street, marcando o fim de suas celebrações do Jubileu de Diamante.

Sendo assim, essa foi a 1º vez que um monarca britânico participou de uma reunião de gabinete em mais de 100 anos.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 3 e 4 de março de 2013

A Rainha ficou internada no Hospital Rey Eduardo VII com sintomas de gastroenterite. No entanto, no dia seguinte ela recebe alta.

2 de junho de 2013

Para encerrar a celebração do 60º aniversário da coroação da rainha, foram feitas missas especiais na Abadia de Westminster.

20 de junho de 2013

No dia 20 de junho de 2013, Estimate, o cavalo da Rainha, venceu a corrida Royal Ascot. Dessa forma, ao vencer a Copa Ouro, a rainha se tornou a primeira monarca britânica a vencer a maior corrida em Asco.

8 de abril de 2014

Nessa data a Rainha ofereceu um Jantar de Estado. Em resumo, o jantar foi em homenagem ao presidente da Irlanda, Michael D. Higgins, e sua esposa Sabina.

Além disso, o jantar teve a presença dos atores Daniel Day-Lewis e Judi Dench e do ex-comandante do IRA e primeiro vice-ministro da Irlanda do Norte, Martin McGuinness.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 26 de novembro de 2014

Em síntese, no dia 26 de novembro de 2014, a Rainha foi homenageada com o prêmio inaugural da Federação Equestre Internacional de Vida e Trabalho.

2 de março de 2015

Nessa data, foi revelada uma nova imagem da rainha para ser usada nas moedas do Reino Unido.

Rainha Elizabeth

24 – 26 de junho de 2015

Nesse período, a Rainha viajou para a Alemanha. Desse modo, ela se encontrou com a chanceler Angela Merkel e ressaltou a importância de manter a unidade da Europa durante um discurso.

Em resumo, ela disse: “Sabemos que a divisão da Europa é perigosa e que devemos ter muito cuidado para que não aconteça tanto no ocidente como no oriente. Isso deve continuar sendo um objetivo comum”.

Além disso, em seu último dia de sua visita, a rainha foi ao campo de concentração de Bergen-Belsen.

Por fim, ela se encontrou com alguns sobreviventes do Holocausto e veteranos da Segunda Guerra Mundial que ajudaram a libertar o campo.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 18 de julho de 2015

Em 18 de julho de 2015, o jornal The Sun causou uma grande polêmica ao publicar uma imagem da rainha de 1933. Na foto, ela ainda era criança e aparentemente levanta a mão em uma saudação no estilo nazista.

9 de setembro de 2015

Nessa data, a Rainha se tornou a monarca reinante mais longeva da história britânica.

9 de março de 2016

No dia 9 de março de 2016, o palácio emitiu uma declaração insistindo que a rainha é neutra sobre se o Reino Unido deve votar para deixar a União Europeia.

Essa declaração foi dada após uma reclamação do Palácio de Buckingham à Independent Organization for Press Standards sobre um artigo na primeira página do The Sun com a manchete “A rainha apoia o Brexit”.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 6 de fevereiro de 2017

No dia 6 de fevereiro de 2017, a Rainha Elizabeth II se tornou a 1º monarca britânico a celebrar o Jubileu de Safira. Ou seja, comemorar os 65 anos no trono.

2 de março de 2018

Em 2018, foram publicados documentos confirmando e descrevendo uma tentativa de assassinato da rainha por um adolescente da Nova Zelândia, em 1981.

15 de abril de 2018

A Rainha perdeu o último filho de seu corgi original quando Willow, de 14 anos, foi sacrificada depois de uma batalha contra o câncer, de acordo com relatos da mídia britânica.

A Rainha tem outros cães. No entanto, Willow era o único descendente remanescente de Susan, o corgi original dado à então princesa Elizabeth em seu aniversário de 18 anos em 1944.

Rainha Elizabeth

24 de janeiro de 2019

Nessa data, em um discurso ao Sandringham Institute for Women, a rainha pede para respeitar outros pontos de vista e buscar pontos em comum.

A Rainha disso: “À medida que buscamos novas respostas na era moderna, prefiro receitas testadas e comprovadas, como falar bem uns com os outros e respeitar diferentes pontos de vista; unir-se para buscar um terreno comum; e nunca perder de vista o quadro geral .”

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 18 de janeiro de 2020

No dia 18 de janeiro de 2020, o Palácio de Buckingham anunciou que Harry e Meghan, o duque e a duquesa de Sussex, não são mais membros ativos da família real.

Desse modo, como parte do acordo, o casal terá que renunciar aos seus deveres reais, incluindo compromissos militares, e deixar de representar a rainha.

Além disso, o casal deve  reembolsar os fundos do Sovereign Grant que gastaram recentemente para reformar sua residência oficial em Frogmore Cottage: £ 2,4 milhões (aproximadamente US $ 3 milhões).

5 de abril de 2020

Em um vídeo pré-gravado, a Rainha fez um raro discurso nacional à nação, pedindo unidade em meio à pandemia de coronavírus.

Sendo assim, a Rainha disse: “Desta vez, juntamos todas as nações do mundo em um esforço comum, usando os grandes avanços da ciência e nossa compaixão instintiva para curar”.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 9 de abril de 2021

Com 99 anos e casado há mais de 7 décadas com Elizabeth, o duque de Edimburgo, príncipe Philip, morreu no dia 9 de abril de 2021.

21 de outubro de 2021

Segundo um porta-voz do Palácio de Buckingham, a rainha passou a noite no hospital e foi submetida a exames preliminares. No dia seguinte, ela voltou para Windsor.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 26 de outubro de 2021

Em comunicado divulgado pela Royal Communications, foi anunciado que a rainha Elizabeth não compareceria à recepção noturna da COP26 em 1º de novembro

6 de fevereiro de 2022

No dia 6 de fevereiro, a Rainha se tornou a 1º monarca britânica a reinar durante 70 anos. Com isso, ela ampliaou seu próprio recorde como a monarca com o reinado mais longo da história britânica.

20 de fevereiro de 2022

Nessa data, o Palácio de Buckingham anunciou que a rainha Elizabeth II testou positivo para o coronavírus. Contudo, a Rainha teve apenas sintomas leves de resfriado.

Além disso, a mídia do Reino Unido informou que a rainha está vacinada.

Trajetória da Rainha Elizabeth II: 29 de março de 2022

A rainha faz sua primeira aparição pública em cinco meses ao se juntar à família real e outros dignitários em um serviço memorial em homenagem ao marido, o príncipe Philip, que morreu no ano passado.

2 – 6 de junho de 2022

Por fim, entre os dias 2 e 6 de junho de 2022, houve as comemorações em todo o Reino Unido, aos 70 anos da Rainha no trono. Ou seja, é o Jubileu de Platina.

Morte da Rainha Elizabeth II

A Rainha Elizabeth II morreu no castelo de Balmoral, na Escócia, no dia 08 de setembro de 2022, aos 96 anos de idade.

Poucos meses antes da sua morte, ela tinha celebrado o jubileu de seus 70 anos no trono. Sendo que ela foi a primeira monarca britânica a atingir essa marca.

A preocupação em relação à saúde da Rainha vinha crescendo desde outubro de 2021, quando foi revelado que ela tinha passado a noite no hospitalizada para ser submetida a exames.

No entanto, nunca veio a explicação de quais seriam esses exames médicos.

Além disso, desde os seus primeiros problemas de saúde, o Palácio de Buckingham falou pouco sobre isso e emitiu notas contidas sobre o estado de saúde da Rainha Elizabeth II, falando apenas que os problemas de saúde eram indisposições.

Contudo, desde então ela reduziu bastante a sua agenda. Desse modo, as aparições em público eram cada vez mais raras e era possível notar que ela caminhava com dificuldade, se apoiando em uma bengala.

Inclusive, a morte da Rainha Elizabeth II ainda não teve uma causa apontada pela equipe médica responsável pela saúde da monarca e pela família real britânica. 

A morte da Rainha foi anunciada pelos canais oficiais da família real.

No Twitter, a Casa Real britânica informou que “a rainha morreu pacificamente em Balmoral esta tarde. O rei [Charles III] e a rainha consorte [Camila] permanecerão em Balmoral esta noite e retornarão a Londres amanhã”.

Enfim, a Rainha Elizabeth II deixou para trás quatro filhos, oito netos, 12 bisnetos e uma nação que lamenta a sua morte.

O que acontece depois da morte da Rainha?

Com a morte da Rainha Elizabeth II, quem assume o trono é o seu filho mais velho, o príncipe Charles, de 73 anos.

Desse modo, o príncipe Charles assume o trono do Reino Unido e de outros 14 países que têm o monarca britânico como chefe de Estado como, por exemplo, o Canadá e a Austrália.

De acordo com os ritos oficiais, o sucessor no trono tinha algumas opções de qual nome adotar. No entanto, ele seguiu pelo caminho tradicional e ficou com o título de Rei Charles III.

Além disso, ele se torna líder dos 56 membros da Commonwealth, apesar dessa não ser uma função com transmissão hereditária.

Em resumo, sua chegada ao cargo foi acordada por líderes da Commonwealth em uma reunião em Londres, em 2018.

O Rei Charles II também se tornou chefe das Forças Armadas britânicas, do Judiciário e do serviço público, e é o Governador Supremo da Igreja da Inglaterra.

Por fim, ele também é a Fonte da Honra. Isso significa que todas as honras, como o título de cavaleiro, agora serão dadas em seu nome.

No seu primeiro comunicado oficial como rei, Charles III disse que “a morte da minha amada mãe, Sua Majestade a Rainha, é um momento de grande tristeza para mim e para todos os membros da minha família”.

LEIA MAIS

Margareth thatcher, quem foi? Biografia, política e posicionamento

Eça de Queiroz: Vida, obra, realismo e crítica social

Chica da Silva, quem foi? Origens, alforria e morte

Andy Warhol, quem foi? Biografia, pop art e obras do artista

Edgar Allan Poe, quem foi? Biografia, obras e curiosidades

Quem foi Linus Pauling, o químico que ganhou 2 Prêmios Nobel

Clarice Lispector, quem foi? Biografia, influência e principais obras

Fontes: Aventuras na História, Ebiografia, Cnn, Só História, G1, e, por fim, Aventuras na História 

Bibliografia:

  • PANCINI, Laura. O plano do Reino Unido para a morte da Rainha Elizabeth. 2021.
  • SILVA, Daniel Neves. “Elizabeth II”; Brasil Escola.
  • MARINHO, William Ricardo Vidal. A monarquia é ela: a função política de relações públicas em uma forma de governo. 2016. 106 f. TCC (Graduação) – Curso de Relações Públicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016. Cap. 33.
  • Relembre a trajetória dos 70 anos de reinado de Elizabeth II no Reino Unido. Cnn Brasil. Acesso em 03 de junho de 2022.
  • Rainha Elizabeth II, a monarca britânica mais longeva da história, morre aos 96 anos. G1. Acesso em 09 de setembro de 2022.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.