Língua Portuguesa

Linguagem verbal e não verbal: tipos de linguagem

Entender a diferença entre linguagem verbal e não verbal, é essencial para quem quer se comunicar melhor no dia a dia.

Continue lendo após a publicidade

No nosso dia a dia, nós fazemos o uso da linguagem verbal e não verbal ao nos comunicarmos. Sendo que, às vezes, nem percebemos qual linguagem estamos usando.

Contudo, conhecer os dois tipos de linguagens é importante para você poder se comunicar melhor.

O que é linguagem verbal?

A linguagem verbal usa palavras faladas ou escritas. Ou seja, ela é verbalizada, escrita ou falada. Por outro lado, a linguagem não verbal usa signos visuais para se comunicar.

Sendo assim, ela se utiliza de imagens para comunicar algo. Como você deve ter percebido, os dois tipos estão muito presentes no nosso dia a dia.

Continue lendo após a publicidade

Por exemplo, imagine uma placa com o desenho de um cigarro e uma faixa cortando a imagem. O que ela diz? Que não se deve fumar no local.

Em contrapartida, se a placa estiver com o texto “é proibido fumar neste local” ao invés de ter uma imagem, então é uma linguagem verbal. 

Vale destacar que a linguagem é qualquer meio sistemático de se comunicar por meio de signos convencionais, sonoros, gráficos ou de qualquer tipo.

Já a comunicação é a troca de informações entre o emissor e o receptor com o intuito de transmitir uma mensagem. Dessa forma, os dois tipos de linguagem servem para se comunicar.

Continue lendo após a publicidade

Apesar disso, nós usamos mais a verbal no dia a dia do que a não verbal. Por exemplo, quando você escreve uma mensagem no WhatsApp ou manda um áudio, você está usando a linguagem verbal.

Mesmo não sendo tão usada quando a verbal, a linguagem não verbal também é muito importante no dia a dia. Por exemplo, no trânsito o semáforo indica, por meio das cores, qual a atitude deve ser tomada: pare, atenção ou siga. 

Se você está estudando para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), saiba que a prova usa muito de imagens na disciplina de Língua Portuguesa

Exemplos

Caso você ainda esteja em dúvidas sobre a forma com que os dois tipos de linguagem funcionam, vou te dar mais alguns exemplos para que você perceba bem a diferença entre elas. Exemplos de linguagem verbal:

Continue lendo após a publicidade
  • Diálogos;
  • Mensagens de texto;
  • Leitura de livros e revistas.

Já na linguagem não verbal alguns exemplos são:

  • Mímicas;
  • Linguagem corporal;
  • Gestos;
  • Pinturas;
  • Apresentações de dança;
  • Escultura.

Formal e informal

Os dois tipos de linguagens podem ser classificadas como linguagem formal e informal.

1- Linguagem formal: também conhecida como linguagem culta, ela se expressa por meio das normas gramaticais. Sendo que ela é mais usada em ambientes formais.

2- Linguagem informal: também chamada de linguagem coloquial, é  uma linguagem espontânea.

Continue lendo após a publicidade

Desse modo, não existe uma preocupação com regras gramaticais, o que faz dela uma linguagem mais usada em ambientes informais.

Linguagem mista

Quando eu te expliquei sobre os dois tipos de linguagem, talvez você tenha se lembrado de situações onde as duas linguagens são usadas.

De fato, é possível misturar as duas. Neste caso, nós temos a linguagem mista ou híbrida. Dessa maneira, nesse tipo de linguagem, ocorre a junção das linguagens para comunicar algo.

Por exemplo, as histórias em quadrinhos usam uma linguagem mista. Isso porque, nós acompanhamos a história tanto por meio de desenhos, quanto através das falas dos personagens.

Continue lendo após a publicidade

Importância da linguagem verbal e não verbal

Muitas vezes nós nos comunicamos sem reparar no tipo de linguagem que está sendo usada. Mas ter consciência de qual linguagem está sendo usada, é essencial para quem quer se comunicar melhor.

Até porque, para que a comunicação ocorra é preciso que o código usado seja compreendido não apenas pelo emissor, mas também pelo receptor.

Por exemplo, uma pessoa que fala em linguagem de sinais, está usando uma linguagem não verbal. Neste caso, é preciso que o receptor tenha conhecimento da Língua Brasileira de Sinais (Libras), para entender a mensagem.

Apesar disso, é possível que a pessoa consiga entender parte da mensagem por gestos e afins, mesmo que a pessoa não saiba Libras.

Continue lendo após a publicidade

Outro exemplo, é a língua escrita. Até certa idade, não sabemos ler ou escrever. Logo, somos incapazes de compreender um texto escrito, até aprendermos a ler.

Enfim, como a linguagem se utiliza de códigos para se comunicar, é essencial que você conheça os tipos de linguagem. Assim você consegue adaptar a sua mensagem para se comunicar de forma eficiente.

E aí, gostou de aprender sobre a linguagem verbal e não verbal? Então aprenda também: como usar a vírgula, o que são figuras de linguagem, o que é norma culta e, por fim, confira algumas Dicas de português – 47 orientações para nunca mais errar na vida

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments