História

Ludismo, o que foi? Contexto histórico, motivações e consequências

Ludismo foi um movimento trabalhista surgido na Inglaterra no fim do século XVIII, em que trabalhadores protestaram destruindo máquinas.

Continue lendo após a publicidade

Ludismo é o nome do movimento que aconteceu na Inglaterra entre 1811 e 1816, que reuniu trabalhadores industriais contrários aos avanços tecnológicos, resultado da Revolução Industrial.

O Movimento Ludita ou os ludistas, como eram conhecidos, protestavam contra o uso de máquinas em substituição à mão-de-obra humana. Nesse sentido, foi um movimento operário que embora não tivesse uma ideologia, já demonstrava outro modo de ver as relações de trabalho.

Todavia, os trabalhadores insatisfeitos se uniram e rebelaram-se contra as máquinas. Dessa forma, eles invadiam as indústrias e destruíam as máquinas. Esse movimento se iniciou em Nottingham, ganhando toda a Inglaterra posteriormente.

Ludismo: contexto histórico

No final do século XVIII e no início do século XIX, a Europa enfrentava as guerras napoleônicas, e os países envolvidos enfrentavam crises econômicas, resultado do isolamento imposto pelo exército francês e seu comandante Napoleão Bonaparte.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido, a França controlava rotas de comércio entre Inglaterra, Áustria, Espanha e Portugal, o que resultava em perdas e encolhimento da economia dos países em questão. Ao mesmo tempo, a Inglaterra passou pela Revolução Industrial, o que proporcionou uma rápida industrialização ao país.

industrialização inglesa
A industrialização industrial inglesa permitiu o aumento da produção.

Esse período de rápida industrialização e grande avanço tecnológico tornou possível o nascimento e o desenvolvimento da indústria moderna. Todavia, nessa primeira fase industrial inglesa surgiu a máquina a vapor, inventada por James Watt e que beneficiaria a indústria têxtil.

Com esse invento, a indústria têxtil conseguiu aumentar a sua produção, substituir e precarizar o trabalho. Com o absurdo aumento nos lucros, os patrões reduziram salários e deixaram seus empregados cumprindo extensas jornadas de trabalho. Em meio a todo esse cenário é que nasce o ludismo.

Motivações e consequências ludistas

O que motivou os ludistas foram as péssimas condições de trabalho e a exploração que muitos trabalhadores se submetiam. O termo ludismo vem do inglês luddite e é uma associação a Ned Ludd, suposto trabalhador inglês, pioneiro em destruir máquinas para protestar sua insatisfação.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido, os ludistas ficaram conhecidos como destruidores de máquinas. Para eles, a automação do trabalho era a origem de todos os seus problemas e, entre 1811 e 1816 eles se rebelaram contra as máquinas encontradas nas indústrias.

máquinas e ludistas
Trabalhadores insatisfeitos quebram máquinas.

Dessa forma, os trabalhadores revoltosos agiam com ameaças aos proprietários das indústrias, como forma de intimidação. Em alguns casos aconteciam assassinatos de grandes barões da indústria, o que resultou em uma repressão maior por conta do estado.

Durante esse período, o trabalhador inglês assistiu a cortes no seu salário. Por volta de 1795, um tecelão ganhava algo em torno de 33 shillings e, em 1815, o mesmo trabalhador recebia apenas 14 shillings. Com a diminuição dos salários, a jornada de trabalho e o custo de vida aumentaram, deixando o trabalhador em condições precárias para viver.

Ludismo, o que foi? Contexto histórico, motivações e consequências
Ilustração mostra dono de fábrica e tropas inglesas combatendo os ludistas.

Então, insatisfeitos com a substituição do homem pela máquina, surgiram os ludistas. Eles entendiam que as máquinas roubavam empregos de homens, além de terem contribuído para a redução de salários. Dessa forma, as máquinas eram inimigas do trabalhador e deveriam ser destruídas.

Continue lendo após a publicidade

O declínio do ludismo

A partir de 1813 o ludismo começava a perder a força, resultado principalmente do começo da recuperação econômica apresentado pela Inglaterra. O estado britânico também promulgava uma lei que punia com pena de morte aqueles envolvidos em crimes de destruição do maquinário.

Entretanto, em 1816 uma péssima colheita encareceu os alimentos e os trabalhadores, que recebiam pouquíssimo, revoltaram-se novamente. Como resultado disso, houve prejuízo de mais de £6.000, além da prisão de nove pessoas e outras seis executadas por enforcamento.

Ludismo, o que foi? Contexto histórico, motivações e consequências
Trabalhadores lutavam contra a exploração.

Em 1819, a retomada financeira britânica proporcionou o fim do ludismo. Todavia, esse movimento mostrou para a classe trabalhadora o seu grande poder de mobilização de operários em defesa de seus objetivos e necessidades trabalhistas.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Bloqueio Continental, o que foi? Contexto histórico e consequências.

Continue lendo após a publicidade

Fontes: História do Mundo, Mundo Educação, Info Escola, Mundo Educação

Imagens: Medium, Voyager, DMT em debate, Gestão Educacional, Cultura Colectiva

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments