História

Revolução Americana: Oque foi, desdobramentos e consequências

A Revolução Americana foi um descontentamento das Treze Colônias da América do Norte em relação a exploração da metrópole, Inglaterra.

Continue lendo após a publicidade

Os Estados Unidos era divido em colônias, sendo as Treze Colônias da América do Norte. Sendo assim, a Revolução Americana – também conhecida como Independência dos Estados Unidos – foi declarada no dia 4 de julho de 1776. Dessa forma, a revolução trouxe para os EUA o sistema republicano e federalista, tornando os estados uma nação independente.

Em síntese, a Revolução Americana levava em consideração os interesses das classes altas dos EUA, sendo assim realizada pela elite colonial. Porém, foi uma revolução baseada nos ideais do iluminismo. Dessa forma, a independência dos EUA também serviu para que outros países entrassem em movimentos semelhantes.

Nesse sentido, a Revolução Americana ocorreu justamente pelo descontentamento das colônias em relação à metrópole. Isso porque, as colônias possuíam um sistema de organização próprio. Além disso, foram se tornando independentes, o que gerou incômodo quando a metrópole tentou exercer maior poder sobre a colônia.

Contexto histórico da Revolução Americana

Diferente do processo de colonização dos espanhóis e portugueses, em que as colônias eram dominadas pelas metrópoles, no norte da América foi um pouco diferente. Isso porque, as Treze Colônias Americanas possuíam autonomia. Assim, quando a metrópole tentou exercer maior poder sobre as colônias, reduzindo a autonomia conquistada, o movimento gerou insatisfação.

Continue lendo após a publicidade

Em síntese, toda a tentativa de exercer maior poder sobre as colônias veio do endividamento da Inglaterra após a Guerra dos Setes Anos (1756-1763). Apesar da Inglaterra ter vencido os franceses na disputa, os danos causados pelos conflitos foram avassaladores. Em seguida, as dívidas arrecadas durante a guerra, obrigatoriamente, levou a Inglaterra encontrar um mecanismo par reerguer a economia.

Eezenaide

Desse modo, passaram a cobrar mais impostos das colônias, além de arquitetarem meios para tornas as colônias mais independentes da metrópole. Assim, todo o processo impulsionado pela Revolução Industrial, coloca as colônias da América do Norte em desvantagem econômica.

Por consequência, a Inglaterra começou a criar diversas leis consideradas impopulares na América do Norte. Assim, leis como a Lei do Selo – considerava que toda encomenda só seria válida com o selo inglês – e a Lei do Chá geraram descontentamento das colônias.

Leis Intoleráveis

Revolução Americana: Oque foi, desdobramentos e consequências
Liberty Signs

A Lei do Chá foi o estopim para que as revoltas contra a metrópole inglese se iniciassem. Assim, a lei determinava o monopólio do chá que era vendido na América para a Companhia das Índias Orientais. Nesse sentido, as decisões da metrópole não agradaram as colônias, ocasionando na revolta que ficou conhecida como Festa do Chá de Boston.

Continue lendo após a publicidade

Sendo assim, as chamadas Leis Intoleráveis foram criadas em decorrência da revolta dos colonos. Em seguida, a elite colonial se reuniu no Primeiro Congresso Continental da Filadélfia. Assim, a reunião resultou num documento escrito para o rei inglês Jorge III. Assim, o documento expressava toda a indignação das leis impostas. Entretanto, a medida causou revolta na metrópole que aumentou o número de soldados nas colônias.

Consequências da Revolução Americana

Após a reunião do primeiro congresso, uma nova conversa foi realizada no Segundo Congresso Continental da Filadélfia. Dessa forma, foi posto que a colônia não aceitaria mais as ordens vindas da metrópole, pois o desrespeito estava tomando níveis alarmantes. Assim, no dia 4 de julho de 1776, foi redigida a declaração de independência.

Revolução Americana - História, motivos, desdobramentos e consequência
Integrantes das Treze Colônias durante a revolta do chá. Fonte: Mega times

Entretanto, o acordo não agradou a metrópole. Em seguida, o processo de independência das colônias resultou no conflito entre a Inglaterra. Assim, a guerra contra os EUA perdurou até 1781, tendo a cidade de Yorktown como campo de batalha.

Por fim, a Inglaterra assinou o Tratado de Paris, em 1783. Dessa forma, no tratado, os ingleses concordaram com a independência das colônias norte americanas. A partir disso, as Treze Colônias se tornaram os Estados Unidos da América, adotando um sistema federalista, republicano e autônomo.

Continue lendo após a publicidade

O que achou da matéria? Tem muito mais conhecimento nesses outros textos sobre a Antiguidade e a Coluna Prestes. Corre para conferir!

Fontes: Brasil Escola, Info Escola

Fonte imagem destaque: Brainly

Imagens: Liberty Signs, Eezenaide

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments