Geografia

Rosa dos ventos: O que é, história, pontos cardeais e como é utilizada

Rosa dos ventos indica os pontos cardeais, colaterais e os subcolaterais. Dessa forma, é bastante utilizada para apontar a direção de embarcações.

Continue lendo após a publicidade

A rosa dos ventos foi um mecanismo utilizado para indicar direção geográfica de embarcações. Assim, servia para indicar a localização exata em mapas, por exemplo. Sendo assim, o sistema ainda se utiliza atualmente.

Dessa forma, foi criada no século XIV para indicar a direção dos ventos vindos do Mar Mediterrâneo. Assim, a rosa dos ventos ilustrava mapas cartográficos e guiava as embarcações. A princípio, os pontos cardeais tinham os nomes referentes ao lugares próximos ao Mediterrâneo.

Em resumo, os nomes eram: Tramontana (norte), Ostro (sul), Ponente (oeste), Levante (leste), Greco (nordeste), Siroco (sudeste), Libeccio (sudoeste) e Maestro (noroeste).

Logo, a rosa dos ventos é composta por pontos cardeais (norte, sul, leste, oeste), que são as orientações das direções. Assim, o objeto ainda indica os pontos colaterais – nordeste, sudeste – sudoeste e noroeste – além dos subcolaterais, chamados de intermediários.

Continue lendo após a publicidade
Rosa dos ventos - o que é? História e para que serve
Fonte: Pinterest

Em síntese, o nome do aparato foi originado pela forma assemelhada a de uma flor.  Assim, hoje em dia o símbolo é bastante utilizado em tatuagens por expressar o significado de desejo de boa sorte ou alcançar novas direções na vida, por exemplo.

A rosa dos ventos possui oito direções principais. Porém, existem modelos que são ainda mais completos apresentando oito direções secundárias e dezesseis direções complementares. Logo, são 32 pontos de divisão.

Os pontos cardeais na rosa do ventos

Quatro direções principais constituem a rosa dos ventos, chamados de pontos cardeais. Além disso, os cardeais se dividem pelos pontos intermediários, colaterais e os subcolaterais.

Norte

Também conhecido como “N” Demonstra a direção exata em que o Pólo Norte está localizado. Assim, possui dois tipos de sinônimos: setentrional e boreal. A Estrela Polar é usada para auxiliar na direção;

Continue lendo após a publicidade

Sul

O “S” demonstra a direção exata em que o Pólo Sul está localizado. Dessa forma, dois tipos de sinônimos são possíveis: meridional e austral.  A estrela usada na direção é o Cruzeiro do Sul.

Leste

O “nascer do sol” é utilizado como referencial. Assim, o sinônimo comum é a palavra oriente.

Oeste

“O” ou o “por do sol” é utilizado como o referencial. O sinônimo mais popular é a palavra ocidente.

Resumindo, os pontos cardeais precisam do auxilio dos pontos colaterais e os subcolaterais. Dessa forma, a localização pode se encontra com maior precisão.

Continue lendo após a publicidade
Rosa dos ventos - o que é? História e para que serve
Fonte: Monolito Nimbus

Pontos Colaterais

  • NO/NW – entre o oeste e o norte, há o ponto colateral noroeste.
  • SE/SW – entre o oeste e o sul, há o ponto colateral sudoeste.
  • SE – entre o leste e o sul, há o ponto colateral sudeste.
  • NE – entre o leste e o norte, há o ponto colateral nordeste.

Pontos Subcolaterais

  • ENE:  leste-nordeste
  • ESE: leste-sudeste
  • SSE: sul-sudeste
  • NNE: norte-nordeste
  • NNO/NNW: norte-noroeste
  • SSO/SSW:  sul -sudoeste
  • OSO/WSW: oeste-sudoeste
  • ONO/WNW: oeste-noroeste

Gostou de conhecer sobre o símbolo da rosa dos ventos? Então aproveita para ler sobre as Reações inorgânicas – o que são, como se classificam e exemplos

Fontes: Significados, Só Geografia, Escola Kids

Fonte imagens: Estudo Kids, Pinterest, Monolito Nimbus

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments