Tipos textuais: veja quais são e suas características

Os tipos textuais são as estruturas linguísticas dos textos. Ou seja, os tipos de textos são categorizados de acordo com sua estrutura, objetivo e finalidade.

Os tipos textuais são as estruturas linguísticas dos textos. Ou seja, os tipos de textos são categorizados de acordo com sua estrutura, objetivo e finalidade.

Segundo a tipologia textual, eles são classificados em 5 tipos:

  • narrativo

  • expositivo

  • injuntivo

  • descritivo

  • dissertativo

Quais são os tipos textuais?

Os tipos textuais são:

1- Textos expositivos

O texto expositivo é aquele que visa apresentar ou explicar um tema. Isso por meio de recursos específicos como, por exemplo, definição, enumeração e comparação.

Sendo assim, esse tipo de texto é caracterizado como informativo-expositivo. Isso porque ele busca expor, sem juízo de valor, os dados sobre certo tema. Enfim, alguns exemplos desse tipo de texto são:

  • conferência;

  • dissertação expositiva;

  • verbete de dicionário e de enciclopédia;

  • seminário;

  • resumo expositivo;

  • entrevista.

2- Narrativos

Em resumo, o tipo textual narrativo conta com um enredo onde ocorrem fatos reais ou ficcionais. Sendo que esse textos podem ser estruturados de várias formas.

Desse modo, existem muitos tipos de texto dentro da categoria de texto narrativo. Além disso, esses textos podem contar com narrador, personagens, espaço e tempo.

Os textos podem ter um ou mais narradores. Em resumo, é por meio da perspectiva do narrador que a história se desenrola. Sendo que o narrador pode aparecer na 1ª pessoa do discurso ou na 3ª pessoa.

Sendo assim, quando o narrador está na 1ª pessoa, ele vivencia os acontecimentos. Por outro lado, quando ele está na 3ª pessoa, ele apenas relata os acontecimentos.

os personagens podem ser principais ou secundários. O tempo narrativo serve para marcar o momento em que os acontecimentos se passam.

Por fim, o espaço pode ser físico, social ou psicológico. Enfim, alguns exemplos de textos narrativos são:

  • romance;

  • conto;

  • biografia;

  • mito;

  • apólogo;

  • fábula;

  • novela;

  • Por fim, notícia.

3- Textos descritivos

Esse tipo de texto expõe as propriedades de locais, produtos, seres e etc. Desse modo, ele tem como intuito apresentar as características de algo de forma detalhada.

De forma geral, para a construção desse tipo de texto são usados verbos de ligação, analogias, metáforas, adjetivos, advérbios.

Além disso, esses textos podem ter descrições objetivas ou subjetivas. No caso das descrições objetivas, a intenção é apontar juízos de valor sobre algo que está sendo exposto.

Por outro lado, na descrição subjetiva, a intenção é não apenas expor as características de algo, como também avaliações sobre ele. Enfim, exemplos de textos assim são:

  • relatório;

  • anúncio de classificados;

  • currículo.

4- Dissertativos

Em síntese, esse tipo de texto conta com o posicionamento do autor. Sendo assim, o autor defende certo tema ou assunto.

Dessa forma, a intenção desse tipo de texto é persuadir o leitor sobre algo. Portanto, ele conta com argumentos, conceitos, exemplos, dados e etc.

Já em relação à sua estrutura, esses textos são divididos em: introdução, desenvolvimento e, por fim, conclusão. A introdução serve para contextualizar o tema do texto. Ou seja, é nela que a tese aparece.

Por outro lado, no desenvolvimento a intenção é comprovar a tese que já foi apresentada na introdução. Sendo assim, é nessa parte que entram os dados, análises e afins.

Por fim, na conclusão os argumentos do texto são retomados. Com isso, o texto apresenta os resultados obtidos e reafirma a tese do texto. Exemplos desse tipo de texto são:

  • artigo de opinião;

  • tese acadêmica;

  • dissertação acadêmica;

  • editorial;

  • resenha crítica;

  • dissertação argumentativa;

  • artigo científico;

  • Por fim, monografia.

5- Textos injuntivos

Por fim, o tipo textual injuntivo é aquele que expressa pedidos, ordens e instruções. Sendo assim, ele tem como intuito que alguma ação seja praticada pelo receptor do texto.

Em relação à estrutura, esses textos podem ter orações com o uso de verbos no imperativo, para evidenciar a ação que o leitor deve tomar. Enfim, alguns exemplos desse tipo de texto são:

  • manual;

  • receita;

  • anúncio publicitário;

  • bula de remédio.

Diferenças entre tipos e gêneros textuais

Os tipos e os gêneros textuais podem causar confusão, mas eles são diferentes. Em resumo, os tipos textuais são compostos por objetivos, elementos estruturantes e estruturas sintáticas empregadas.

Por outro lado, os gêneros textuais estão relacionados com os textos produzidos de acordo com os elementos estruturantes de um tipo textual específico.

Portanto, os gêneros textuais delimitam o contexto de produção textual, a situacionalidade, os recursos linguísticos que devem ser empregados, a intencionalidade e etc.

Sendo assim, os tipos textuais e os gêneros textuais estão relacionados, já que os tipos delimitam e fornecem elementos estruturais aos gêneros que são produzidos, por sua vez, de acordo com os tipos.

LEIA MAIS

Interpretação de texto: dicas, erros comuns e compreensão textual

Poemas de forma fixa: tipos e exemplos de textos

Gênero dramático: origem e tipos de textos

Tipos de rimas – exemplos em textos

Técnicas de redação: dicas de como escrever bem e fazer uma boa redação

Variação linguística –  tipos, exemplos e contexto social

Palavras proparoxítonas: o que são e 336 exemplos para fixar

Sílaba átona: o que é, definição e significado na Língua Portuguesa

Fontes: Brasil escola, Toda matéria e, por fim, Português.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.