Geografia

Trópicos, o que são? Definição, características, quais são e utilidade

Os trópicos são demarcações imaginárias que determinam a divisão da Terra de forma paralela à Linha do Equador dividindo os hemisférios.

Continue lendo após a publicidade

Você sabia que a radiação solar e as estações do ano são demarcadas pelos trópicos? Pois bem, se você prestar atenção, o globo terrestre é marcado por algumas “linhas imaginárias”, que cortam alguns países no sentido horizontal. Essas linhas são denominadas de Trópico de Câncer e Trópico de Capricórnio.

As linhas imaginárias, chamadas de trópicos da Terra, estão dispostas de forma paralela à Linha do Equador. Dessa forma, possuem as mesmas latitudes, mas em sentidos diferentes. Ou seja, enquanto o Trópico de Câncer possui latitude de 23º27′ N – 23 graus e 27 minutos norte – o Trópico de Capricórnio apresenta latitude de 23º27′ S – 23 graus e 27 minutos sul.

Os trópicos estão dispostos de maneira paralela à Linha do Equador, pois demarcam exatamente a metade da Terra. Ou seja, de uma linha à outra, a distância entre o extremo norte e o extremo sul do mapa é a mesma. Por conta disso, é denominado de intertropical o que se encontra entre as linhas dos trópicos. Enquanto isso, o que está posicionado ao norte e ao sul é denominado de subtropical.

Trópicos de Câncer e Capricórnio

Existem alguns eventos astronômicos que demarcam a forma como o Sol incide os raios solares na Terra. Dentre esses fenômenos estão os solstícios e os equinócios. Ou seja, os fenômenos determinam a posição que o Sol ilumina os hemisférios com os raios solares.

Continue lendo após a publicidade
Trópicos, o que são? Definição, características, quais são e utilidade
Localização dos Trópicos de Câncer e Capricórnio.

Portanto, em certos momentos o sol é mais inclinado para o norte, às vezes mais para o sul. Entretanto, em certas épocas o Sol incide os raios solares na mesma proporção, iluminando os hemisférios de forma igual. Dessa forma, os trópicos da Terra demarcam a diferença da incidência dos raios solares.

Assim, o Trópico de Câncer está localizado mais ao norte e, por conta disso, os raios solares incidem de forma vertical. Enquanto isso, o Trópico de Capricórnio está posto na parte sul e, dessa maneira, os raios solares atingem o ponto máximo no hemisfério.

Utilidade

Quando os raios solares atingem as linhas que separam as partes da superfície de um planeta nos hemisférios é possível ver o zênite. Neste caso, zênite representa o ponto mais alto da esfera celeste quando observado na vertical. Com isso, os trópicos são utilizados para demarcar a quantidade de radiação que a Terra recebe durante o ano.

Além disso, é meio do Trópico de Câncer e do de Capricórnio que as temperaturas são observadas. Dessa maneira, é comum que as faixas intertropicais sejam mais iluminadas, ou seja, recebem maior quantidade de luz solar. Com isso, as regiões intertropicais são mais quentes se comparadas às regiões subtropicais.

Continue lendo após a publicidade
Trópicos, o que são? Definição, características, quais são e utilidade
A inclinação dos raios solares nos hemisfério causa as estações do ano.

Outra função é a demarcação das estações do ano. Ou seja, as estações mudam quando o sol atinge o eixe vertical de algum trópico. Por conta disso, as estações do ano são diferentes nos vários cantos do mundo. Quando o Sol atinge o Trópico de Câncer, no hemisfério norte é verão. Enquanto isso, é inverno no hemisfério Sul quando o Sol atinge o Trópico de Capricórnio.

Por fim, observando o globo terrestre, o Trópico de Câncer atravessa alguns países no sentido imaginário. São eles: Arábia Saudita, Argélia, Bahamas, Bangladesh, Chade, China, Egito, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Índia, Líbia, Mali, Mauritânia, México, Myanmar, Níger, Omã e Taiwan.

Por outro lado, o Trópico de Capricórnio passa pelos seguintes países: África do Sul, Argentina, Austrália, Brasil, Botswana, Chile, Moçambique, Madagascar, Namíbia e Paraguai.

Você sabia?

O nome dos trópicos recebem nomes de constelações devido o fenômeno dos solstícios. Isso porque, os astrônomos que demarcaram os trópicos, por volta de 200 a.C, perceberam que durante o solstício no Hemisfério Sul, o Sol estava posicionado na constelação de Capricórnio. Enquanto isso, no Hemisfério Norte, o Sol estava posicionado na constelação de Câncer.

Continue lendo após a publicidade

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que Lenda e como ocorre o Ciclo do Oxigênio.

Fontes: Brasil Escola, Alunos Online e Mundo Educação 

Imagens: Todo EstudoSignificado e Astronomia e Astrofísica

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments